Madre Clélia Merloni

Biografia da Fundadora

Madre Clélia Merloni

Madre Clélia Merloni nasce, entre festa de ternura, aos 10 de março e 1861, na casa de Joaquim e Teresa Brandinelli, na cidade italiana de Forli. A pequena cresce como flor dos vales, entre as carícias e o amor de seus pais; dia a dia vai formando a sua personalidade, qual rede tecida de sonhos.

Será feliz? Aparentemente sim, porém em seu íntimo existe um vazio a ser preenchido, um ângulo a ser iluminado, um castelo de sonhos que deve ser desfeito e queimado com um forte amor, o do Coração Divino.

Clélia era uma mulher de largos horizontes, determinada nas escolhas, decidida ao perseguir seus objetivos, generosa na resposta ao chamado de Deus para fundar uma Congregação, dedicada ao Sagrado Coração de Jesus. Tal convicção amadurecera na busca constante e decidida de Deus só, através da cruz, que foi o selo de toda sua vida.

A tenacidade e a confiança inabalável no Sagrado Coração de Jesus ajudaram-na a superar as provas e os sofrimentos, que ameaçavam obstar sua resistência, sem ceder à amargura e ao desânimo.

Ela, tocada profundamente pela experiência do Coração de Cristo, ofereceu-se totalmente a Ele, para difundir no mundo aquele ardor de fé e de caridade que nela se acendera, e que a impulsionara a amar Jesus até a cruz, como resposta de amor Àquele que a amara por primeiro. Esse relacionamento de amor com Cristo tomou-se a fonte secreta de todas as suas escolhas, vividas na fidelidade à Igreja e ao Instituto.

O zelo pela glória de Deus a induzia a testemunhar a todos o seu amor, especialmente aos pobres, aos infelizes e aos marginalizados, pronta a perdoar quem a tivesse ofendido ou humilhado, como exemplo vivo da caridade e da humildade de Cristo.